Fatores de Risco e Proteção

A prevenção do suicídio busca reduzir os fatores que aumentam o risco de suicídio, ao mesmo tempo em que aumenta os fatores que protegem as pessoas do suicídio.

Fatores de risco.
Fatores de risco são características de uma pessoa ou de seu ambiente que aumentam a probabilidade de que ela morra por suicídio (ou seja, risco de suicídio).

Os principais fatores de risco para o suicídio incluem:

  • Tentativas anteriores de suicídio.
  • Uso indevido e abuso de álcool ou outras drogas.
  • Transtornos mentais, particularmente depressão e outros transtornos de humor.
  • Acesso a meios letais.
  • Conhecer alguém que morreu por suicídio, particularmente um membro da família.
  • Isolamento social.
  • Doença crônica e incapacidade.
  • Falta de acesso a cuidados de saúde comportamental.
  • Os fatores de risco podem variar entre os grupos.

Os fatores de risco podem variar por faixa etária, cultura, sexo e outras características. Por exemplo:

  • O estresse resultante do preconceito e da discriminação (rejeição familiar, bullying, violência) é um conhecido fator de risco para tentativas de suicídio entre jovens lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT).
  • O trauma histórico sofrido por um grupo social (reassentamento, destruição de culturas e economias).
  • Para os homens na meia-idade, estressores que desafiam os papéis masculinos tradicionais, como desemprego e divórcio, foram identificados como importantes fatores de risco.

Fatores de Proteção
Fatores de proteção são características pessoais ou ambientais que ajudam a proteger as pessoas do suicídio. Os principais fatores de proteção para o suicídio incluem:

  • Cuidados de saúde comportamental eficazes.
  • Conexão com indivíduos, família, comunidade e instituições sociais
  • Habilidades para a vida (incluindo habilidades de resolução de problemas e habilidades de enfrentamento, capacidade de se adaptar às mudanças)
  • Auto-estima e um senso de propósito ou significado na vida
  • Crenças culturais, religiosas ou pessoais que desencorajam o suicídio

Fatores Precipitantes e Sinais de Alerta.

Fatores precipitantes são eventos estressantes que podem desencadear uma crise suicida em uma pessoa vulnerável. Exemplos incluem:

  • Fim de um relacionamento ou casamento.
  • Morte de um ente querido.
  • Uma prisão.
  • Problemas financeiros graves.

Sinais de alerta são comportamentos que indicam que alguém pode estar em risco imediato de suicídio.


NOTA: Embora as informações nesta post possam ajudar você a responder adequadamente a uma morte por suicídio e a apoiar aqueles que foram tocados pelo suicídio, recomendamos que sempre busque ajuda a um profissional qualificado, caso você não tenha tal formação. No Brasil pode pedir ajuda para CVV – Centro de Valorização da Vida – – ou ligue para 188.

Deixe o seu comentário

Suicidologia

Suicidologia

O Fórum Brasileiro de Suicidologia é um espaço aberto para discussão em torno deste assunto. Um assunto ainda cercado de tabus; naturalmente, dada a complexidade do assunto reconhecemos que é preciso prudência no trato do mesmo. Recebemos diversos tipos de contribuições, conforme as categorias do portal; assim sendo, publicamos deste reflexões até teses de pós doutoramento. O conteúdo autoral não reflete, necessariamente, a posição dos gestores do portal.