Explorando a psicologia da ideação suicida: uma análise de rede orientada pela teoria

Duas teorias principais no campo da prevenção do suicídio são a teoria psicológica interpessoal do comportamento suicida (TIP) e o modelo motivacional-volitivo integrado (IMV). O TIP postula que os pensamentos suicidas emergem de altos níveis de sobrecarga percebida e pertencimento frustrado.

O modelo IMV é uma estrutura multivariada que conceitua derrota e aprisionamento como principais impulsionadores da ideação suicida. Aplicamos a análise de rede a dados transversais coletados como parte do Scottish Wellbeing Study, no qual uma amostra nacionalmente representativa de 3.508 adultos jovens (18 a 34 anos) completou uma bateria de medidas psicológicas. A análise de redes pode nos ajudar a entender como os diferentes componentes teóricos interagem e como eles se relacionam com a ideação suicida.

Dentro de uma rede que incluiu apenas os fatores centrais de ambos os modelos, o aprisionamento interno e a sobrecarga percebida foram mais fortemente relacionados à ideação suicida. Os construtos centrais derrota, aprisionamento externo e pertencimento frustrado foram relacionados principalmente a outros fatores que não a ideação suicida. Dentro da rede de todos os fatores psicológicos disponíveis, 12 dos 20 fatores estavam exclusivamente relacionados à ideação suicida, com sobrecarga percebida, aprisionamento interno, sintomas depressivos e história de ideação suicida explicando a maior variação.

Nenhum dos fatores foi isolado e identificamos quatro grupos maiores: bem-estar mental, necessidades interpessoais, personalidade e fatores relacionados ao suicídio. No geral, os resultados sugerem que as relações entre a ideação suicida e os fatores de risco psicológicos são complexas, com alguns fatores contribuindo com o risco direto e outros com impacto indireto.

LEIA AQUI O ARTIGO ORIGINAL.

Deixe o seu comentário

Suicidologia

Suicidologia

O Fórum Brasileiro de Suicidologia é um espaço aberto para discussão em torno deste assunto. Um assunto ainda cercado de tabus; naturalmente, dada a complexidade do assunto reconhecemos que é preciso prudência no trato do mesmo. Recebemos diversos tipos de contribuições, conforme as categorias do portal; assim sendo, publicamos deste reflexões até teses de pós doutoramento. O conteúdo autoral não reflete, necessariamente, a posição dos gestores do portal.