Quatro tipos de Suicídio em Durkheim: Altruísta

Quatro tipos de Suicídio em Durkheim: Altruísta

O Suicídio é um livro que foi um dos pilares no campo da sociologia. Escrito pelo sociólogo francês Émile Durkheim e publicado em 1897, foi um estudo de caso sobre o suicídio, publicação única em sua época, que trouxe um exemplo de como uma monografia sociológica deveria ser escrita (Wikipedia). Nesta monografia, Émile Durkheim propõe quatro tipos de Suicídio em Durkheim: Egoísta, Altruísta, Anômico e Fatalista.

………………………………………

O suicídio altruísta é caracterizado por uma sensação de ser “oferecido” (ser sacrifício) pelos objetivos e crenças de um grupo, ou seja, quando o envolvimento do grupo social é muito alto. Ocorre em sociedades com alta integração, onde as necessidades individuais são vistas como menos importantes do que as necessidades da sociedade como um todo. Os indivíduos estão tão bem integrados ao grupo que estão dispostos a sacrificar a própria vida para cumprir alguma obrigação para com o grupo. Indivíduos se matam para o benefício coletivo do grupo ou pela causa em que o grupo acredita. Assim, ocorrem na escala de integração oposta como suicídio egoísta.

Como o interesse individual não seria considerado importante, Durkheim afirmou que em uma sociedade altruísta haveria pouca razão para as pessoas a cometer suicídio. Um exemplo é alguém que comete suicídio por causa de uma causa religiosa ou política, como os infames pilotos Kamikaze japoneses da Segunda Guerra Mundial, ou os sequestradores que derrubaram os aviões no World Trade Center, no Pentágono e em um campo na Pensilvânia em 2001. Durante a Segunda Guerra Mundial, os pilotos Kamikaze japoneses estavam dispostos a dar suas próprias vidas por seus países na esperança de ganhar a guerra. Esses pilotos acreditavam na causa de sua nação e estavam dispostos a sacrificar suas vidas.

……………………………..

Vale ressaltar que Durkheim sofreu e sofre duras críticas quanto a sua teoria social do suicídio, pois embora a teoria do suicídio de Durkheim tenha contribuído muito para a compreensão do fenômeno por causa de sua ênfase nos fatores sociais, e não nos fatores biológicos ou pessoais, a principal desvantagem da teoria é que ele enfatizou demais apenas um fator, o fator social,e esqueceu ou minou outros fatores, tornando sua teoria unilateral.

Deixe o seu comentário

Suicidologia

Suicidologia

O Fórum Brasileiro de Suicidologia é um espaço aberto para discussão em torno deste assunto. Um assunto ainda cercado de tabus; naturalmente, dada a complexidade do assunto reconhecemos que é preciso prudência no trato do mesmo. Recebemos diversos tipos de contribuições, conforme as categorias do portal; assim sendo, publicamos deste reflexões até teses de pós doutoramento. O conteúdo autoral não reflete, necessariamente, a posição dos gestores do portal.